Mãe tenta causar explosão na casa, após matar os dois filhos

240

Bruno e Arthur foram mortos a facadas na casa onde a família morava (Reprodução)

Ela ainda deixou as bocas do fogo ligados e uma extensão em cima do armário

De acordo com a Polícia Civil do Rio, além de tentar tirar a própria vida cortando os pulsos após o assassinato dos dois filhos, Leonardo Ferreira da Silva, de 6 anos, e Arthur Moisés Ferreira da Silva, de 3, na tarde da última segunda-feira (10) em Guapimirim, na Baixada Fluminense, Stephani Ferreira Peixoto, de 36 anos, teria ligado as bocas do fogão e deixado uma extensão ligada no quarto. As informações são do portal Metrópoles.

“No local, a porta da sala estava aberta e o local estava totalmente ensangüentado. A Stefany também estava ensanguentada e tinha um cheiro forte de gás pela casa. Perguntada onde estavam os meninos, ela disse que eles estavam no quarto. Lá eles foram encontrados com várias facadas pelo corpo”, disse o delegado Antônio Silvino Teixeira, da 67ª DP (Guapimirim), ao Extra.

“Ela ainda deixou as bocas do fogo ligados e uma extensão em cima do armário para provocar uma explosão. Ela matou os filhos e dizia que tinha acabado com a vida e não queria ser socorrida. Ela confessa que matou os filhos e que por isso queria morrer. Não sabemos a motivação. O marido diz que a mulher era uma boa mãe e não entende o que aconteceu. É inexplicável e inaceitável um crime dessa natureza”, completou Silvino.

A polícia quer, agora, entender se Stephani possuía algum problema psicológico. “O marido nega que ela fizesse tratamento médico, seja ele qual fosse. Por isso, vamos ouvir pessoas ligadas a ela. O marido e o filho, de 15 anos, que são os que estão ligados diretamente a ela”, afirma o delegado.

Teixeira diz também que a polícia irá montar o perfil psicológico da mulher. Nas redes sociais, ela publicava com frequência fotos das crianças e mensagens de amor e carinho aos filhos. Os celulares de Stephani e do filho de 15 anos, que ela usou para falar com o marido após a morte das crianças, foram apreendidos. Além disso, peritos também recolheram a arma do crime, e esperam imagens de câmeras de segurança da residência.

O Liberal

RESPONDER COMENTÁRIO