‘Ele só me falou que o ônibus tinha virado’, conta mãe de passageiro que estava no acidente com ônibus em Guaratuba

711
'Ele só me falou que o ônibus tinha virado', conta mãe de passageiro que estava no acidente com ônibus em Guaratuba

Silas Gomes de Brito, de 25 anos, foi socorrido com ferimentos leves. Acidente matou 19 pessoas e deixou 33 feridos, no Paraná. Ônibus saiu do Pará com destino a Santa Catarina.

A mãe de um dos passageiros do ônibus que tombou na BR-376, em Guaratuba, no litoral do Paraná, na manhã desta segunda-feira (25), disse como se sentiu angustiada quando recebeu a ligação do filho contando sobre o acidente. Segundo a Polícia Militar do Paraná, 19 pessoas morreram.

“Ele me ligou de outro telefone de outro rapaz. Ele só me falou que o ônibus tinha virado, que ele estava muito nervoso, que eu não precisava me preocupar, porque ele era um dos únicos que estava bem”, disse Maria Gracinete.

Ao todo, 33 pessoas foram socorridas feridas. Sete pessoas ficaram em estado grave e seis foram socorridas em estado moderado. Outras 20 pessoas tiveram ferimentos leves, entre elas, Silas Gomes de Brito, de 26 anos, filho de Maria Gracinete.

“Coração angustiado. É triste pelas pessoas todas”, afirmou Maria Gracinete Gomes, que mora em Augusto Correa, no Paraná.

acidente aconteceu na altura do km 668, no trecho conhecido como Curva da Santa, por volta das 8h30, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A PRF informou que ônibus, com placa de Belém, no Pará, descia a Serra do Mar em direção ao litoral catarinense quando bateu na mureta de contenção, saiu da pista e tombou às margens da rodovia.

De acordo com a PRF, o ônibus saiu de Ananindeua (PA) e tinha como destino Balneário Camboriú (SC).

A mãe do passageiro informou que Silas saiu de casa para viajar na sexta-feira (22) e que a previsão era chegar ao destino por volta do meio-dia desta segunda-feira (25).

Segundo a Polícia Militar do Paraná (PM-PR), 54 passageiros e dois motoristas estavam no ônibus no momento do acidente.

As vítimas foram encaminhadas para hospitais e unidades de saúde de Curitiba, Joinville e Garuva.

Os corpos das vítimas fatais foram levados para o Instituto Médico-Legal (IML) de Curitiba.

Por RPC Curitiba

RESPONDER COMENTÁRIO