Polícia Civil limita atendimento nos postos de identificação e delegacias do Pará

124
Polícia Civil limita atendimento nos postos de identificação e delegacias do Pará
A Polícia Civil do Pará publicou, nesta quinta-feira (20), um boletim interno com as novas diretrizes para o trabalho nos próximos 15 dias, de acordo com o decreto anunciado pelo governador Helder Barbalho com as medidas anunciadas contra o Covid-19. A portaria 40, dispõe sobre medidas temporárias de prevenção ao contágio do Covid-19 no âmbito dos órgãos subordinados à Polícia Civil.
 
O artigo 1° limita o atendimento presencial em todas as delegacias do Estado e demais unidades operacionais e administrativas da Polícia Civil. Ou seja, estão suspensos os atendimentos presenciais nas delegacias, exceto para casos flagranciais ou conduzidos nos casos de homicídio, latrocínio e remoção de cadáver; lesão corporal; violência doméstica e contra crianças e adolescentes; crimes contra a dignidade sexual, entre os quais o estupro; sequestro e cárcere privado; roubos em geral (subtração cometida com violência ou grave ameaça) e casos que possam ocorrer o perecimento da prova, mediante prévia análise do delegado de polícia.
 
Por conta disso, o site da Delegacia Virtual passou por atualização e será mais uma ferramenta a ser utilizada pelo cidadão sem precisar sair de casa.
 
“Demos uma alavancada na Delegacia Virtual. Já era algo que vínhamos planejando e agora tornamos real a necessidade da delegacia virtual ser mais efetiva. Até porque a tendência é que todo o inquérito seja eletrônico e em decorrência do momento de atenção em que a gente vive e as orientações emanadas pelo Governo do Estado, a delegacia virtual foi aprimorada para possibilitar à população uma série de operações, que de pronto, informarão aos policiais o local do fato, assim podendo tramitar para a circunscrição competente, nos dando o controle de que aquela ocorrência que foi feita na delegacia virtual, serão apreciadas e demandadas.”, explicou o delegado-geral Alberto Teixeira.
 
O atendimento para emissão de registro de identidade do Posto de Identificação situado na sede do Delegacia Geral está limitado em 50 senhas diárias. No interior do Estado, o atendimento será reduzido em 50% do volume diário, com exceção para os casos urgentes que impliquem no perecimento de direito ou impedimento de realização de determinado evento, devidamente comprovado e mediante análise.
 
“Vale ressaltar que a população, de forma alguma, terá prejuízos. Nesse momento o nosso inimigo é invisível, mas nós não podemos deixar de atender a sociedade. Então, por conta disso, nós diminuímos em a quantidade de emissões de RG nos nossos postos de identificação. O serviço continua e inclusive fui informado que mesmo com os 50% disponibilizados, o posto de identificação central está sem movimento. Então podemos perceber que população está consciente da necessidade de permanecer em suas casas neste momento, e que é a melhor forma de combatermos esse inimigo”, afirmou Teixeira.
 

RESPONDER COMENTÁRIO