Meeting de Bodyboarding leva experiência do esporte para crianças em Salinópolis

173
Meeting de Bodyboarding leva experiência do esporte para crianças em Salinópolis

Evento deste sábado possibilita a troca de experiências com um público formado, em grande parte, por crianças e adolescentes, mas também esportistas e apreciadores do esporte

Evento terá um público formado, basicamente, por crianças e adolescentes — Foto: DivulgaçãoNeste sábado, em Salinópolis, nordeste paraense, ocorre o 1º Meeting Amazônia de Bodyboarding, evento que vai possibilitar a troca de experiências dos bodyboarders Fabio Aquino e Marcus Flavius com um público formado, em grande parte, por crianças e adolescentes, mas também esportistas e apreciadores da modalidade. O Meeting ocorrerá a partir das 18 horas, em um hostel localizado na estrada do Atalaia, km 5.

Na programação, estão previstas as palestras de Fabio Aquino e Marcus Flavius, exibição de vídeos, sorteio de brindes como incentivo aos praticantes do esporte, além do chamado free surf, momento em que os atletas e jovens de Salinas estarão em ação prática nas ondas da praia do Atalaia – previsto para o período da manhã e tarde.

Ainda será apresentado o bodyboard inclusivo, prancha (duas em uma) destinada à prática esportiva a iniciantes, e também voltada a pessoas com necessidades especiais. É a primeira vez que este tipo de equipamento é apresentado na região amazônica.

Projeto Curimã

Durante o 1º Meeting Amazônia de Bodyboarding, o público terá a oportunidade de conhecer um pouco do projeto Curimã, desenvolvido desde 2015 por um grupo de amantes do bodyboarding. O trabalho voluntário é destinado a crianças moradoras de Salinópolis, que participam de atividades pedagógicas e esportivas, no caso do bodyboarding.

Com o slogan “estimulando campeões no mar e na vida”, os menores com idade entre 7 e 14 anos, recebem atenção de praticantes de bodyboarding e do surf, frequentadores da barraca Curimã, localizado na praia do Atalaia. No espaço são desenvolvidas atividades lúdicas como pintura, desenho e canto e, claro, aulas de bodyboarding. Os menores são filhos de vendedores informais e de trabalhadores que atuam nos estabelecimentos comerciais, como bares e restaurantes.

– O objetivo maior do projeto é formar cidadãos independentes, prontos a assumir responsabilidades que a vida nos impõe, que o conhecimento e a relação com o outro, torne-as livres para trilhar um bom caminho – destaca a psicopedagoga Claudia Silva, uma das coordenadoras do projeto.

Serviço

1º Meeting Amazônia de Bodyboarding
Dia 8 de junho de 2019
Local – Nômades Hostel – Estrada do Atalaia, km 5 – Salinópolis 
A partir das 18 horas
Contato – Sérgio Chêne 98903-6666

 

RESPONDER COMENTÁRIO