CALAMIDADE PÚBLICA VS JOGADA POLÍTICA: DICA ARAÚJO RECEBE AÇÃO CIVIL PÚBLICA DO MP.

433
CALAMIDADE PÚBLICA VS JOGADA POLÍTICA: DICA ARAÚJO RECEBE AÇÃO CIVIL PÚBLICA DO MP.

No dia 26 de abril de2019, a prefeita Dica Araújo decretou estado de Situação de Emergência (Decreto n°36/2019), em virtude das fortes chuvas que estavam provocando a intrafegabilidade e o alagamento nas estradas e ramais, colocando a população das vilas e comunidades rurais em situação de risco. A validade do decreto tem como duração 180 dias, devendo vigorar até outubro 2019.

Seis dias após assinatura do decreto, a prefeita Dica deu entrada no processo de contratação da cantora Shirley Carvalhaes, para o dia 28 de maio de 2019, referente a comemoração do aniversário da cidade Maracanã, no valor de 45 mil reais. Diante da situação conflitante entre o valor a ser pago pelo show gospel e a situação de calamitosa decretada pelo prefeita, o Ministério Público do Estado do Pará promoveu uma Ação Civil Pública (27.05.19) proferido pelo Cristiano Magalhães Gomes, Juiz Titular da Comarca de Igarapé-Açu, que responde pela Comarca de Maracanã. O Juiz requereu dentre as ações que a prefeita Dica Araújo pague uma multa pessoal de 45 mil reais por descumprimento. Bem como, informar aos munícipes através de Nota de Esclarecimento no site www.maracana.pa.gov.br, por 30 dias, o aviso de cancelamento e o teor da decisão de cancelamento do show artístico da cantora Shirley Carvalhaes.

Diante da situação, os internautas e usuários das redes sociais iniciaram uma série de protestos e ofensas contra as pessoas que estão lutando por melhorias nas localidades em que residem.

Para as pessoas que não conhecem o município. Gostaríamos de esclarecer que a situação de um morador que vive na cidade de Maracanã é uma e, a situação de quem mora na zona rural do município é outra. Este ano, varias comunidades que dependem das estradas para dar continuidade as suas atividades socioeconômicas, chegaram a ficar isoladas por semanas, passando necessidade em virtude do desabastecimento de alimentos, gás de cozinha, e alguns comunidades ainda ficaram sem energia elétrica, provocada pelas fortes chuvas, e a concessionária de energia ficou impossibilitada de atender as demandas por conta da impossibilidade de trafego nas estradas e ramais.

Culpar um administrador de grupo de whatsapp, ofender um vereador ou qualquer outra pessoa que todos os dias lutam pela melhoria das condições de vida dos cidadãos, que por direito constitucional tem o mesmo direito dos demais, é um exposição publica do sentimento de individualismo, que nada ajuda ou contribui para melhoria da situação atual do município.

Oferecer uma atração nacional no valor de 45 mil reais, enquanto ao longo do ano a gestora municipal alega que não há recurso para fazer melhorias na feira, no trapiche da orla, na educação, na limpeza pública, etc. é plausível a ação deferida pelo Ministério Público.

A Prefeita Dica deveria informa a população qual área da sua administração municipal é prioridade. Talvez seja a educação, na qual não devemos esquecer dos 150 mil reais que foram pago ao apresentador Caco Barcellos num evento educacional no município no inicio do ano.

Diante de tantas situações conflitantes, o Portal do Sal gostaria de saber o que a gestora municipal de Maracanã quer comemorar? Em respeito aos munícipes de Maracanã, o Portal do Sal parabeniza os maracanaenses que lutam por dias melhores, que justifiquem festejar o aniversário de emancipação política municipal.

Inf. Gedson Cleber

RESPONDER COMENTÁRIO