PALHAÇO VENDE ALGODÃO DOCE PARA AJUDAR CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM ÁREA DE RISCO DE SALINÓPOLIS

1130

Um homem capaz de andar 40 km diariamente, esse é um pouco do dia-a-adia de Edinaldo farias ou o popular “PALHAÇO TIO ALGODÃO”  que percorre pelas ruas de Salinópolis vendendo  algodão doce.

Nascido no seio de uma família evangélica, Edinaldo farias, tem como profissão pedreiro, que diante as dificuldades e o desemprego criou o personagem  “PALHAÇO TIO ALGODÃO” uma solução para ajudar crianças e adolescentes do projeto Cultural e esporte.

Edinaldo relata as dificuldades do dia-a-dia, percorrendo as ruas de Salinópolis no intuito de alcançar sua meta diária, pôs, tanto o projeto quanto a sua família depende do seu esforço. depois de um longo dia cansativo o “TIO ALGODÃO” sai de cena e da espaço para  Edinaldo farias  Mentor de Capoeira a 25 anos, onde coordena 40 crianças e adolescentes, algumas delas localizadas em áraas de riscos.

” eu faço o que eu gosto, escolhi isso pra mim, abandonei a minha profissão de pedreiro para ser palhaço, e sobre o meu projeto, eu fico muito feliz quando olho pra minha molecada e vejo que eles estão tomando um novo rumo, um rumo certo; muitos já voltaram a estudar, outros estão cumprindo seus compromissos em casa, tendo apoio, ou não tendo apoio, vou segundo a minha caminhada, sei que um dia vou conseguir parceiros e colaboradores para fortalecer o meu projeto, disse TIO ALGODÃO”

Segundo relatos da policia militar ao Portaldosal, muitos adolescentes acabam se envolvendo  direto e indiretamente no mundo do trafico, muitas das vezes a falta de participação  familiar ou mesmo a falta de ingressos a áreas de capacitação ou cursos profissionalizantes, causando assim a ociosidade dos mesmo, vendo no trafico uma oportunidade de renda fácil, muitos projetos tem colaborado para a retirada de jovens e adolescentes do trafico, mais infelizmente alguns projetos deixam de existir por falta de apoio e parceiros.

De segunda a sexta a partir das 19:30 as crianças e adolescentes de vários bairros da cidade se reúnem no colégio Cecília de Nazaré Bairro Atlântico II, para aprender obter mais conhecimentos e fundamentos sobre a  capoeira e como ajudar o próximo através do Esporte.

apoio e patrocínios, Projeto cultura e artes “Associação troia negra”

(contato: 091-991988308 Edinaldo farias)

Informações: Gedson Cleber

RESPONDER COMENTÁRIO