Repórter pede demissão da Globo no Carnaval para ser apresentador da Record

237
Repórter pede demissão da Globo no Carnaval para ser apresentador da Record

André Azeredo em entrada ao vivo no Bom Dia São Paulo: jornalista apresentará concorrente na Record.

O repórter André Azeredo surpreendeu os colegas na Globo ao pedir demissão nesta segunda-feira (4), em pleno plantão de Carnaval. O jornalista, que trabalhou no sambódromo de São Paulo na sexta e no sábado, fechou contrato com a Record na manhã desta segunda. Um dos repórteres mais populares da Globo de São Paulo, será apresentador do SP no Ar, das 7h às 8h55. Na primeira hora, irá concorrer diretamente com o telejornal que o projetou, o Bom Dia São Paulo.

Desde que voltou de férias, em janeiro, Azeredo vinha fazendo uma dieta rigorosa e praticando esportes. Considerado um José Luiz Datena light, ele estava nos planos da direção de Jornalismo da Globo para vir a ser um eventual substituto de Rodrigo Bocardi, no Bom Dia SP. A Record, no entanto, foi mais rápida e lhe fez uma proposta muito mais tentadora.

Azeredo terá um enorme desafio, o de colocar a Record na competição pela liderança do Ibope em São Paulo em uma faixa muito disputada. Há um ano, a emissora testou Bruno Peruka. Não funcionou. Peruka não será afastado. Ele continuará apresentando o Balanço Geral Manhã, das 6h às 7h.

A Record nas últimas semanas negociou com vários nomes para o posto que Azeredo assumirá. Luiz Megale, apresentador do Café com Jornal, da Band, foi muito bem nos testes.

A contratação de André Azeredo só deverá ser comunicada oficialmente pela Record na quarta-feira (6). Mas o jornalista já pediu demissão na Globo, em pleno plantão de Carnaval.

André Azeredo (camiseta laranja) postou foto no sábado (2) com os colegas na cobertura do Carnaval

Azeredo está na Globo de São Paulo desde 2015. Veio da afiliada de Porto Alegre. Ele rapidamente ganhou a simpatia do público paulistano por seu jeito simples de falar e de sua educação ao lidar com as pessoas humildes da periferia.

A Globo pretendia testar Azeredo na bancada já em 2015, mas ele sofreu um revés ao ignorar uma regra básica dos museus. Durante uma reportagem ao vivo, ele tocou com as mãos obras de Henri Matisse (1869-1954) e Pierre-Auguste Renoir (1841-1919), no Masp (Museu de Arte Moderna de São Paulo).

O desrespeito às faixas de demarcação do museu repercutiu mal, e a Globo teve de pedir desculpas no Bom Dia São Paulo do dia seguinte. E a carreira de Azeredo, ao invés de decolar, estacionou. Agora, diante da proposta da Record, o jornalista optou por não esperar a prometida oportunidade na Globo.

DANIEL CASTRO -noticiasdatv.uol.com.br

RESPONDER COMENTÁRIO