Professores e alunos fazem manifestação em São João de Pirabas, pedindo mais consciência e respeito.

354
Professores e alunos fazem manifestação em São João de Pirabas, pedindo mais consciência e respeito.

Professores e alunos fazem manifestação em São João de Pirabas, pedindo mais consciência e respeito.Exercer o Direito de ir e vir, nunca esteve tão difícil nos dias de Hoje, vivemos um período que somos Rotulados à fazer o que a sociedade quer, e isso tem se refletido direito nas escolha de cada ser humano.

No município de De São João de Pirabas por exemplo, fazêr o que se ama, ou oque se quer, é motivo de Críticas e perseguição.

Inúmeras Pessoas são vítimas de Agressões Física, Moral e Psicológica na Pequena Cidade de Pirabas, Nordeste Paraense.

Na tarde de ontem (05) Professores e alunos foram às ruas da Cidade, pedindo Respeito e Igualdade.

A Manifestação teve o apoio de trabalhadores da Assistência Social, Profissionais da Saúde e da Educação, diversos movimentos sociais, grupos religiosos, professores do curso de Serviço Social da UFPA, o Instituto Amazônico de Planejamento Gestão Urbana e Ambiental – IAGUA,  representantes da juventude Pirabense e Secretaria de Trabalho e Promoção Social – SEMTEPS, Associação Arco das Cores,Grupo de Umbanda.
Contou ainda com a presença de representantes do Conselho Regional de Serviço Social/ 1°Reg-PA. na pessoa das conselheiras Leydiane e Danielle Cristina. Sendo apoiado também por professores da Universidade Federal do Pará, movimentos afro  religiosos.
Comissão Direitos Humanos OAB, Dra.Juliana Fonteles, Beto Paes gerente de livre orientação sexual da secretaria de justiça e DH do Estado e Bárbara Pastana pelo conselho da diversidade.
Luciana Tavares Mourão professora e assistente social no município de Pirabas.

Em entrevista uma das organizadoras afirma que compreende o ato como um momento de resistência e protagonismo juvenil. Mostrando que a história e a transformação se faz com luta.

Informações Gedson Cléber ( Portal do sal )

RESPONDER COMENTÁRIO