Dezenas de motoristas são flagrados dirigindo sob efeito de álcool em Salinópolis

250
Dezenas de motoristas são flagrados dirigindo sob efeito de álcool em Salinópolis

No 3º final de semana de julho, foram registradas 14 ocorrências policiais por crime de condução sob influência de álcool e 31 infrações por direção alcoolizada.

urante a operação Lei Seca, realizada desde a noite de sexta feira (21) até a madrugada de domingo (23), no Km 4 da PA-444, rodovia de acesso à praia do Atalaia, em Salinas, nordeste do Pará, foram registradas 14 ocorrências policiais por crime de condução sob influência de álcool, 31 infrações por direção alcoolizada e 15 por recusa do teste com etilômetro, segundo balanço do Departamento de Trânsito do Estado (Detran) divulgado nesta segunda-feira (24).

O condutor pode se recusar a fazer o teste do bafômetro, mas, de imediato, será autuado de acordo com o art. 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A recusa é considerada uma infração gravíssima e diante dela o motorista recebe as mesmas punições administrativas do motorista embriagado que aceita fazer o teste: multa de R$ 2.934,70 e carteira de habilitação recolhida. E, se na ocasião da abordagem o condutor não apresentar um motorista habilitado, o veículo deverá ser apreendido.

A constatação de embriaguez pode ser feita quando o agente fiscalizador percebe hálito etílico, olhos vermelhos ou desorientação por parte do condutor, e ainda a partir de imagens, testemunhas e outros elementos. O crime é configurado nos casos em que o motorista apresente concentração igual ou superior a 0,34 mg de álcool por litro de sangue. Nesta situação o condutor fica sujeito à detenção de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de obter permissão ou a carteira nacional de habilitação (CNH) para dirigir veículos automotores.

Acidentes

Apesar dos registros de alcoolemia, até o momento não houve acidente com vítimas fatais na área de atuação do Detran. Os agentes do órgão atuam 24 horas, em barreiras fixas e móveis, nas rodovias com maior fluxo de veículos. Os acidentes registrados desde o início do veraneio causaram apenas danos materiais. Na manhã do domingo (23), seis veículos se envolveram em um engavetamento na PA-444. “Os acidentes que atendemos geralmente estão ligados ao consumo de álcool, falta de atenção e cuidados com a segurança, como o desrespeito à distância entre os veículos, o que vem a causar colisões traseiras e laterais entre veículos”, destaca Ivan Feitosa.

No final de semana, as ações foram redobradas na PA-124, que corta o município, e também na PA-444, rodovia de acesso à praia do Atalaia, uma das mais procuradas da região e que apresentou um fluxo intenso de veículos. Na praia do Atalaia, os agentes de trânsito intensificaram a fiscalização sobre o tráfego de quadriciclos, que têm área delimitada para circular. “Para conduzir este tipo de veículo é necessário ser maior de idade, ter habilitação na categoria e usar capacete. Em hipótese alguma é permitida a direção por menores ou o trânsito em vias públicas com este tipo de transporte”, alerta o coordenador das ações em Salinas, Ivan Feitosa.

 Por G1 PA, Belém

RESPONDER COMENTÁRIO