Salinópolis recebe ação do Pro Paz Cidadania até sexta-feira

458
Salinópolis recebe ação do Pro Paz Cidadania até sexta-feira

Isamara Prist, 17 anos, se deslocou da vila de Cuiarana em busca da primeira carteira de trabalho. Ação de cidadania atende comunidades do interior.

Salinópolis recebe ação do Pro Paz Cidadania até sexta-feiraO município de Salinópolis, no nordeste paraense, recebe até sexta-feira (24) ação do Pro Paz Cidadania, em parceria com o projeto “Verão com Justiça e Cidadania”, da Coordenadoria dos Juizados Especiais do Tribunal de Justiça do Estado (TJE). A ação também é integrada por servidores das secretarias de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) e Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), Polícia Civil e prefeitura local.

Nos dois primeiros dias, já foram feitos 500 atendimentos, com serviços como emissão de primeira e segunda via de documentos de identidade, carteiras de trabalho,  fotografias 3×4 e certidões de nascimento. Até sexta-feira estão previstos cerca de outros 400 atendimentos aos moradores de Salinópolis e comunidades vizinhas.

“A parceria entre TJE e Governo do Pará, por meio da Fundação Pro Paz, já levou ações como esta ao distrito de Outeiro. Estaremos nos próximos dias 1 e 2 de agosto em Mosqueiro com os mesmos atendimentos”, explicou o coordenador do projeto Pro Paz Cidadania, Vagno Ramos.

A aposentada Maria Raimunda Mesquita, 75 anos,  moradora do bairro Portelinha, aproveitou a ação para regularizar o documento de identidade. “Havia perdido minha identidade e aproveitei a ação do Pro Paz pra fazer a segunda via. A pessoa sem documento não é ninguém. Por isso é importante recebermos ações como essa na nossa cidade”, contou.

Para Gilberto Santa Brígida, que mora no bairro Atlântico II, onde está a Escola Municipal de Ensino Fundamental Cecília de Nazaré da Fonseca, que recebe a ação, também regularizou a identidade. “Perdi a última ação cidadania na cidade e aproveitei essa para atualizar meu documento, que era muito antigo”, detalhou.

A jovem Isamara Prist, 17, se deslocou da vila de Cuiarana em busca da primeira carteira de trabalho. “Quando soube dessa ação fiquei feliz, pois há muito tempo queria meu documento pra buscar emprego e ajudar minha família. Fui muito bem atendida e agradeço a todos por ter vindo atender a população de Salinas”, detalhou.

A doméstica Lucilene de Nazaré, 42, moradora do bairro Guarani II, acompanhada da neta Flávia Coutinho, de 2 anos, resolveu um problema antigo na certidão de nascimento. “O nome da minha mãe foi rasurado no cartório na emissão da minha certidão e aproveitei para regularizar. Pro Paz e Justiça estão fazendo um belo trabalho na nossa região”, opinou.

Esta semana, o Pro Paz está com atividade de cidadania simultânea no município de Itaituba, no oeste paraense. Semana passada a região Xingu já recebeu o Pro Paz, na cidade de Altamira, onde ofertou milhares de serviços. De 28 a 30, a ação chega a Jacareacanga, com previsão de mais de quatro mil atendimentos.

Nil Muniz
Fundação Pro Paz

RESPONDER COMENTÁRIO