Com ajuda de amigas, chinesa espanca e tira a roupa de suposta amante do marido

2861

mulher - CópiaUma chinesa, que não teve o nome divulgado, contou com a ajuda de três amigas para arrancar as roupas e espancar a suposta amante de seu marido no começo deste mês de outubro na cidade de Puyang, região central da China.

De acordo com o Daily Mail, a confusão aconteceu em plena luz do dia quando Lin Yao Li, de 38 anos, foi vista pela esposa traída, enquanto saía de um supermercado. A agressora partiu para cima de Lin desferindo tapas e puxões de cabelo. As amigas ajudaram a encurralar a vítima, e a agressão acabou sendo gravada e postada no YouTube, sendo vista por milhares de pessoas.

No vídeo, a suposta amante aparece sendo jogada na calçada em meio a uma multidão, que assistia à briga. Enquanto a vítima grita e se contorce de dor, leva chutes, tapas e tem a roupa arrancada.

A confusão só acabou quando dois homens socorreram a mulher e impediram que as agressões continuassem. Um deles foi Ju Feng, de 30 anos, que revelou ao Daily Mail que o espancamento de amantes tornou-se corriqueiro na China. “Está se tornando comum mulheres traídas se vingarem atacando as amantes. Consideram que uma mulher não pode interferir no casamento alheio e merece ser punida”, comentou ele sobre a situação.

As agressoras afirmaram que Lin teria tido relações sexuais com o marido de uma delas e mais três homens. De acordo com a publicação, após o ocorrido, a vítima teve de implorar para ser levada em uma ambulância e, já no hospital, alguns médicos se recusaram a atendê-la. Ela teve lesões graves na cabeça e várias escoriações pelo corpo.

do BOL, em São Paulo

 

 

RESPONDER COMENTÁRIO