Escola pública de Salinópolis recebe o projeto Conquistando a Liberdade

303

A Escola Estadual de Ensino Fundamental Tiradentes recebe Nesta quinta-feira (1°), detentos dos regimes fechado e semiaberto da unidades prisional de Salinópolis, dão continuidade às ações da sétima edição do projeto “Conquistando a Liberdade”, que tem por objetivo levar às escolas públicas do interior do Estado a prestação de serviços gerais e manutenção predial com uso da mão de obra carcerária.Os internos com solenidade de acolhimento, apresentação de dança, música, feira da cultura e exposições.

Todos passaram por seleção psicossocial e treinamento, e vão sair das unidades mediante escolta de agentes penitenciários e policiais militares. Junto à prestação dos serviços, os alunos são estimulados a participar do “Papo di Rocha” – uma conversa franca entre presos pré-selecionados e jovens sobre o perigo das drogas e as armadilhas do crime, tudo numa perspectiva de traduzir em exemplos o quanto é prejudicial e destrutivo o caminho da criminalidade.

As atividades dão aos internos o direito à remição de pena, pois cada dia trabalhado, é um a menos para cumprir. O projeto será executado mensalmente até dezembro deste ano, atendendo cerca de 60 escolas públicas estaduais e municipais. As ações simultâneas são na última quinta feira de cada mês. A coordenação é da Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe) em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado (TJE), Ministério Público, Defensoria Pública, Secretaria de Educação (Seduc), Pro Paz e Polícia Militar.

 

RESPONDER COMENTÁRIO