Capanema sediará 3º Encontro de Câncer de Boca.

1265

Com apoio da 4ª Regional de Saúde da Sespa e cirurgiões-dentistas locais, o Conselho Regional de Odontologia (CRO-PA) e a Secretaria Municipal de Saúde de Capanema realizarão, de 15 a 17 de setembro, no Espaço Doce Pecado, em Capanema, o 3º Encontro de Câncer de Boca da Região do Salgado com o tema “Um Enfoque na Prevenção”.

O objetivo é sensibilizar os cirurgiões-dentistas da Região do Salgado sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de boca, por meio do exame clínico, seja em âmbito público ou privado, e estimular a realização de ações educativas voltadas para a população, informando da existência da doença e orientando sobre medidas preventivas, como o autoexame da boca.

O evento reunirá profissionais dos municípios de Tracuateua, Augusto Corrêa, Bonito, Bragança, Cachoeira do Piriá, Capanema, Nova Timboteua, Ourém, Peixe-Boi, Primavera, Quatipuru, Salinópolis, Santa Luzia, Santarém Novo, São João de Pirabas e Viseu.

Segundo a presidente do Encontro, Eliete da Silva Freitas, “além de enriquecer o conhecimento técnico-científico dos profissionais de Odontologia e áreas afins, destacando o que há de mais atual na abordagem sobre câncer de boca, o evento tem a finalidade também de retratar a realidade da nossa região e buscar uma padronização do protocolo de atendimento dos casos, uma vez que o CEO de Capanema é referência para o atendimento de pacientes dos 16 municípios que integram a região”.

A realização do encontro pelo CRO-PA demonstra que o Conselho não se restringe às ações de fiscalização do exercício da profissão, mas que também pode divulgar informações de caráter científico e contribuir para a formação e atualização profissional do cirurgião-dentista.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer bucal é o que afeta lábios e o interior da cavidade oral. Por isso, dentro da boca devem ser observados gengivas, mucosa jugal (bochechas) palato duro (céu da boca), língua (principalmente as bordas), assoalho (região embaixo da língua) e amígdalas. O câncer do lábio é mais comum em pessoas brancas e ocorre mais frequentemente no lábio inferior.

Ainda conforme o Inca, em 2008, esse tipo de câncer vitimou 6.214 pessoas no Brasil, sendo 4.898 homens e 1.316 mulheres. A estimativa de novos casos em 2010 é de 14.120, sendo 10.330 homens e 3.790 mulheres. O câncer de boca é um dos tumores malignos mais comuns no Brasil e afeta principalmente homens acima dos 45 anos, porém, a incidência está aumentando entre as mulheres que possuem hábitos considerados de risco. Os mais perigosos são o fumo e o consumo de bebidas alcoólicas em excesso. E quando fumo e álcool estão associados, o risco do indivíduo desenvolver a doença aumenta em mais de 100 vezes. Próteses mal ajustadas, dentes fraturados e falta de higiene bucal também contribuem para o surgimento da doença.

Da mesma forma, as principais medidas preventivas incluem a supressão desses hábitos (fumo e bebida em excesso), além da proteção dos lábios e da pele contra os raios solares, uma alimentação saudável, a realização do autoexame mensal e o acompanhamento regular de um cirurgião-dentista ou em casos de alteração do sistema buco-facial.

A programação vai começar, no dia 15 de setembro, às 8h, com uma Campanha Educativa na Praça Magalhães Barata, com o apoio do OdontoSesc. Pela tarde terá início a programação científica, com palestra sobre “Prevenção e Diagnóstico Precoce de Câncer de Boca: Uma abordagem para o Clínico Geral”, proferida pelos cirurgiões-dentistas Arnaldo Garrocho e Franca Arenare Jeuno, ambos de Minas Gerais. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo telefone (91) 3462-1169. A programação completa está disponível no site da Sespawww.saude.pa.gov.br.

 

 

Roberta Vilanova – Ascom/Sespa

RESPONDER COMENTÁRIO